Brasília quer entrar na Rede de Cidades Criativas

Marcos Machado 05/06/2017 0
Brasília quer entrar na Rede de Cidades Criativas

A Secretaria Adjunta de Turismo, vinculada à Secretaria do Esporte, Turismo e Lazer do DF, pretende lançar a candidatura de Brasília à Rede de Cidades Criativas. A intenção é a de que o título de Cidade Criativa confirme o novo posicionamento de Brasília, estimulado pelo Plano de Turismo Criativo. A Rede de Cidades Criativas, criada pela UNESCO em 2004, busca desenvolver a cooperação internacional entre as cidades que identificaram a criatividade como um fator estratégico para o desenvolvimento sustentável. O lançamento da candidatura de Brasília ao grupo será nesta terça-feira (6), às 10h30, no Salão Nobre do Palácio do Buriti.

Estudo realizado pela Fecomércio São Paulo (2012), que analisou dados das 27 unidades federativas e das 50 maiores cidades do Brasil, acerca dos setores criativos, coloca Brasília em 1º lugar no índice de cidades que reúne mais condições de atrair e manter talentos criativos.

Atualmente 116 cidades de 54 países fazem parte da Rede, a qual engloba sete áreas temáticas: artesanato e artes folclóricas, design, filme, gastronomia, literatura, artes midiáticas e música.

Cooperação internacional

O título de Cidade Criativa é de suma importância para que Brasília possa participar de intercâmbios técnicos por meio da cooperação internacional promovida pela Rede e, desta forma, consolidar Brasília como uma cidade que promove a economia e o turismo criativo.

O Plano de Turismo Criativo de Brasília – uma parceria entre a Pasta e o SEBRAE – tem o intuito de promover a cidade como destino reconhecido pela excelência na qualidade de vida e pelos diferenciais associados à diversidade cultural, criatividade, arquitetura moderna, mobilidade e acessibilidade e, assim, despertar o interesse dos segmentos da cadeia produtiva do setor para a importância do turismo criativo.

Lançado em 2016, o Plano diversifica a oferta dos produtos e serviços do Destino Brasília, bem como tenta despertar no brasileiro o orgulho por sua capital. O Governo de Brasília identifica a criatividade como fator estratégico para o desenvolvimento sustentável.

Sabe-se que o turismo criativo é uma tendência do mercado mundial e a adaptação dos segmentos que compõem a economia criativa com foco nesta demanda de mercado se faz necessária para tornar o destino mais atraente e competitivo.

DESIGNERS CONFIRMADOS:

 Danilo Barbosa – arquiteto

Fabrício Zago – fotógrafo

Acioli Félix – mobiliário

Baru Design – mobiliário sustentável

Petit Jardin – decoração e gastronomia

Experimente Brasília – destinos criativos

Leave A Response »

%d bloggers like this: